De Monterey a Carmel pela 17 mile Drive

Acordamos cedo para começar uma parte muito esperada da nossa road trip. E ela começa pela 17 mile Drive, a estrada que utilizamos para ir de Monterey até Carmel.

 

Ver mapa maior

Existe uma estrada bem mais curta e rápida, mas só utilize ela caso você já tenha passado pela outra. Mesmo que você esteja com pressa, passe pela 17 mile drive correndo – sempre respeitando os limites de velocidade, é claro – mas passe.

Conhecida como umas das estradas mais bonitas do mundo a 17 mile drive é curta, tem, como o nome já diz, 17 milhas de extensão. Mais ou menos uns 27 km, que nós demoramos quase uma hora e quarenta para percorrer por que não tem como passar por tanto lugar lindo e não parar.

Saindo de Monterey, você deve pegar  a Sunset Drive e ir percorrendo a costa até que vai se deparar com uma portaria. É aqui que vc paga o pedágio de $9,95, ganha um mapa e começa sua viagem por uma paisagem como nenhuma outra. É só seguir a faixa vermelha no chão e acompanhar no mapa os principais pontos da rota. Nós só paramos nos que achamos interessantes.

 

Bird Rock: Os pontinhos pretos são os pássaros.

O tempo estava bem feio e frio. Para quem puder optar é melhor fazer a estrada no fim de tarde, quando o fog é menor.

Desse ponto você avista diversos “Cypress”, o tipo de árvore mais famoso da região.

A vista lembra é linda.

 

O tempo não estava dos melhores, mas as fotos ficaram com um clima bacana.

O Lone Cypress, uma das árvores mais famosas do mundo.

Mais de perto. É lindo mesmo.

Rara foto do casal junto… viajar em dupla é assim!rs

Alguém sabe o nome desse pássaro lindo?

No fim da estrada estão as Ghost Trees que lembram aquelas árvores vivas e assustadoras dos filmes da Disney.

Tudo impecavelmente lindo!

Vale lembrar que não são permitidas motos na estrada.

No próximo Post: A famosa Carmel by the Sea

Cannery Row: um pouco da história de Monterey

A Cannery Row é a rua de Monterey em que se concentram a maioria das lojas e restaurantes. É lá também que fica o aquário, um dos mais lindos do mundo.

A palavra Cannery se refere as Fábricas de latas de sardinha que se espalhavam pelo lugar e eram a principal fonte de renda da cidade até os anos 50. Nessa época houve escassez do peixe e a maioria delas faliu. Alguns prédios ainda estão conservados e ajudam a contar um pouco da história. Veja um pouco mais sobre a história do lugar aqui.

Uma das antigas fábricas ao fundo, que hoje vende latas retros de sardinha.

A rua fica de frente para o Pacifico e de lá é possível avistar vários leões marinhos. Se vc quiser sair para ver baleias, aqui é o lugar. Você pode também alugar um kayak ou pescar. A gente optou por só passear. Existe um blog bem legal – em inglês – que é atualizado constantemente com os eventos, promoções e restaurantes da rua.

Como de costume, adorei as placas!

As lojas de conchas da Califórnia são incriveis! Em Monterey há inumeras delas, é uma tentação!

Loja só de pimentas bem divertidas.

Loja linda de objetos vindos diretamente da Turquia. O mais legal foi negociar com o turco!

Carros antigos pela rua.

Tudo muito charmoso.

Yho-Ho-Ho, e uma garrafa de run!

O simpático dono da loja sabia algumas palavras em portugues e nos divertiu enquanto compravamos plaquinhas vintages!

Essa é para as Mamys. Imaginem vocês e suas filhotas de chapéu igual!!!

Pra terminar, nada melhor do que uma das sobremesas indescritiveis da Ghirardelli!

E um passeio na praia ao anoitecer!

 

Não jantamos por lá, mas seria uma boa. Optamos por voltar para o hotel cedo e dar uma arrumada geral nas coisas, lavar roupa e descansar. O dia seguinte ia ser cheio: 17 mile drive, Carmel e Big Sur. E é essa a parte da nossa viagem que eu começo a contar no próximo post.

Motel 6 em Monterey

O Motel 6 é uma rede de motéis que existe por todo os EUA. Para quem não sabe motel por lá não tem cama redonda nem espelho no teto. É só um hotel bem simples e mais barato, que normalmente fica em uma cidade pequena ou na beira da estrada.

Dá pra viajar a California toda só ficando no Motel 6. Eles estão inclusive fazendo uma renovação na estrutura de algumas unidades e está ficando bem bacana.

Como íamos passar apenas uma noite em Monterey e os hotéis por lá tem o preço um pouco acima da média, essa foi a nossa opção.

Motel 6 De Monterey.

O atendimento no Front Desk foi perfeito, o quarto era simples, mas limpinho e vamos combinar que é isso que importa. O preço também importa né? $60 a diária com estacionamento. Alguns têm piscina, que é o caso do que ficamos. Não há café da manhã nesses motéis, nem frigobar nos quartos. O máximo que você vai encontrar é wi-fi paga, máquinas de gelo, refrigerante e café pelos corredores e máquinas de lavar roupa que inclusive usamos para lavar as nossas, que depois de 10 dias de viagem já estavam precisando. O sabão em pó vendido na recepção custava $1 e ficha para lavar $2,50.

O quarto.

O Banheiro: pequeno mas limpo.

E a pia, que até que era espaçosa.

Essa unidade tem até piscina! Não sei se tem alguém que encara o frio não!

Deixamos nossas coisas por lá e saímos pra uma volta na Cannery Row, que fica pro próximo post.

Motel 6 – 2124, Freemont Street – Monterey

Reservas e valores: http://www.booking.com/hotel/us/monterey-2124-north-fremont-street.pt-br.html?aid=363621

Almoço no Sly McFly’s

Saímos do aquário mortos de fome e escolhemos por ali mesmo um restaurante aleatoriamente – tem vários, inclusive de grandes redes, como o Bubba Gump. Optamos por um restaurante que parecia ser mais local, o Sly McFly’s. Especializado em frutos do mar e inspirado em uma lenda do automobilismo dos anos 20, o restaurante tem uma decoração repleta de carros e um jaguar lindo parado na porta.

Cardápio do Sly McFly’s: Frutos do mar e hamburgueres.

Jaguar parado na porta.

O Gui foi de Fish, Shrimp and Fries – tudo fritinho como ele gosta.

Eu optei pelo camarão salteado com cogumelos, arroz e fritas.

A vista pro Pacifico completou o almoço.

Tudo muito gostoso. O total da conta foi $45 com cerveja e refris. Saimos dali com direção ao hotel para finalmente fazer o check in.

Sly McFly’s: 700 A Cannery Row

No próximo post: Motel 6, a opção para quem quer economizar.

Monterey Bay Aquarium, lindo de morrer!

O aquário de Monterey é uma coisa de outro mundo. São salas e mais salas de visões surreais, maravilhosas e hipnotizantes.

Pra você aproveitar sua visita chegue cedo –  o aquário fica lotado todos os dias da semana – e não perca de jeito nenhum a ala das águas vivas, o The Open Sea e a parte das Touch Pools, essa última principalmente para quem está com crianças ou é bem curioso, que nem a gente. Você pode tocar nas estrelas, algas, corais e até nas Arraias.

O preço do ingresso é um pouco alto – na época $29,95 por pessoa e atualmente você vai pagar $35 – mas vale cada centavo. Passamos umas 4 horas pelo lugar, mas tudo que vimos por ali vai com certeza ficar pra sempre na nossa memória. Melhor do que descrever é mostrar as fotos que dizem tudo.

page1 page2 page3 page4 page5 page6 page7 page8 page9 page10 page11 page12 page13 page14

 

E aí, se convenceu?

Mais informações: http://www.montereybayaquarium.org/

No próximo post: Almoço no Sly Mc’Flys

A caminho de Monterey

Deixamos Sta Cruz por volta das 8 da manhã para chegar cedo a Monterey e ir direto ao aquário, a maior atração da cidade e só depois fazer check in no hotel.


Ver mapa maior

O trajeto entre as duas cidades demorou cerca de 50 minutos. Assim que passamos Manresa Beach percebemos imediatamente que estávamos entrando na área conhecida como “The Fertile Crescent”, uma das zonas rurais mais produtiva do mundo. Morangos, alcachofras e alface estão por todos os lados: no solo e também nos caminhões vendendo-os na beira da estrada.

(A gente não tirou uma foto sequer desse pedaço da estrada. Temos alguns videos, que eu prometo editar e colocar aqui tá?)

Segundo o Surfline, site que fornece as previsões mais precisas da Califa, por trás das fazendas você encontra milha atrás de milha de beachbreaks desertos. O problema, ou o melhor, é que são poucos os acessos legais a essa parte da costa. O barato está em se aventurar: esconda as pranchas, tire o chapéu de palha do armário e explore a região tentando achar a onda perfeita.

Se você não quiser correr o risco de ser preso em território americano siga um pouco mais pra frente e tente a sorte em Moss Landing. O acesso é fácil através da estrada, só é necessário atravessar umas dunas. A praia é linda e apesar de estar pequeno, deu pra ver que o lugar tem potencial.

Atravessando as Dunas para chegar a Moss Landing: as placas indicam o potencial do lugar.

Pra variar, estava bem flat!

Seguimos mais um pouco e chegamos a Monterey. Fomos direto a Cannery Row e estacionamos em um estacionamento por $8  – é melhor prevenir: estamos nos Estados Unidos, mas isso não significa que o seu carro não será roubado com tudo que você possui dentro.

Placas indicam o Caminho para Cannery Row.

No próximo post: Monterey Bay Aquarium, lindo de morrer!!

Hi everyoneeee!

Quem somos nós:

Guilherme Assis – Gui
Idade: 27 anos
Profissão: Hoteleiro
Esportes preferidos: Surf, mergulho, skate e jiu jitsu.
 
Anna Carolina Valverde – Caru
Idade: 25 anos
Profissão: Artista Plástica
Esportes preferidos: Bike, corrida, surf e jiu jitsu.
 
 

Objetivo da Viagem: Uma viagem de carro pela costa da Califórnia sempre foi um sonho nosso. Em busca de boas ondas e da história do surf, percorrer lugares tão emblemáticos como Mavericks, Santa Cruz, Rincon, Venice Beach, Trestles e San Diego. Além disso, poder conhecer cidades onde qualquer um gostaria de morar, museus únicos, paraísos de compras e pontos turísticos de tirar o fôlego. De quebra ainda dar uma passadinha em Las Vegas, a cidade do entretenimento. Tudo isso em um mês, em ótima companhia, um carro e muita disposição!

Objetivo do Blog: O objetivo principal do blog é que nossos familiares e amigos possam ter idéia de como foi a nossa viagem. Moramos longe de muitos e nos dias de hoje, é difícil ter tempo, mesmo com os que estão perto, para contar tanta coisa. Vamos tentar fazer um post por semana e contar tudo pra vocês!!!

Mas aproveitando que estamos aqui, resolvemos fazer algo que pudesse também ajudar outras pessoas. Para planejar a nossa viagem, nós usamos vários blogs e isso foi essencial para que tudo desse tão certo como deu. Chegou então a nossa vez de contar a nossa experiência e quem sabe ajudar alguém!

Roteiro da viagem: Saímos de São Paulo com direção a San Francisco no dia 8 de agosto de 2011. Ficamos 4 dias por lá e então alugamos um carro e percorremos a costa em direção ao sul pela Hwy 1. No percurso paramos para surfar e conhecer Half Moon Bay, Santa Cruz, Monterey e Carmel, Santa Barbara, Malibu, Santa Mônica e Venice Beach, Orange County e San Diego. De San Diego seguimos para LA, onde passamos três dias, e depois seguimos para Las Vegas, aonde finalizamos com grande estilo nossa viagem no dia 8 de setembro de 2011.

Incrivelmente inesquecível! Esperamos que vocês possam sentir um gostinho do que foi!

Caru

Gui