Six Flags: pra quem gosta de Montanha Russa

No nosso terceiro dia em LA, optamos por ir a mais um parque, mas dessa vez radicalizamos um pouco mais. O Six Flags é a maior rede de parques do mundo e possui 19 unidades – 13 parques de diversão e 6 parques aquáticos – espalhadas pelos Estados Unidos e com unidades no México e no Canadá. Os parques de diversão possuem somente montanhas russas e por isso já digo: se essa não é a sua praia, nem pense em ir até um deles. Agora se você gosta da emoção de andar em um carrinho sobre, e muitas vezes sob, trilhos esse é um lugar que você não pode deixar de visitar. Lá você vai encontrar com certeza algumas das melhores montanhas russas do mundo.

page4

page3

A unidade mais  próxima a Los Angeles é o Six Flags Magic Mountain e fica em Valencia, a cerca de 35 milhas – ou 45 minutos – do nosso apartamento em Beverlly Hills. Para quem tiver interesse, ao lado do Magic Mountain fica o Six Flags Hurricane Harbor, com atrações aquáticas.


View Larger Map

Tente sair antes da hora do rush para evitar o trânsito e você não terá maiores problemas em chegar até lá.

O estacionamento é grande e custa $18 por dia. Marque bem o local aonde você parou, nós ficamos quase meia hora procurando nosso carro na volta.

O ingresso para o parque custa $66,99, mas a melhor opção é comprar on line e ganhar um desconto de $20 por ingresso, que aumenta para $25 se for comprado com pelo menos três dias de antecedência. De quebra, você ainda vai evitar as filas nos guichês e pode ir direto para a fila da entrada.

O horário de funcionamento do parque varia conforme o mês e dia – no nosso caso o parque funcionou entre 10:30am e 8:00pm e mesmo assim não foi suficiente para que conseguíssemos ver tudo. Escolhemos um dia não muito bom para nossa visita, um sábado de sol  no meio das férias de verão. Além disso havia uma excursão gigantesca de muçulmanos que lotaram o parque. Pegamos filas enormes em todas as principais montanhas russas e isso fez do nosso dia bem mais cansativo do que havíamos planejado.

page1

Nesse caso valeria a pena ter comprador o The Flash Pass, que permite reservar horários na maioria das atrações. Existem três opções de Flash Pass: o Regular – que permite fazer a reserva para o mesmo tempo da fila (Ex: São 70 minutos de espera. Você vai poder embarcar dali 70 minutos, só quem sem ter que ficar na fila), o Gold – que reduz em 50% o tempo de espera – e o Platinum – que reduz o tempo em 90% e ainda permite que você vá a mesma montanha duas vezes. O preço do Flash Pass varia conforme o número de pessoas e a data da visita – você consegue simular tudo no site – e no nosso caso sairia $75, $127 e $187 respectivamente.

Quando gostávamos muito de uma montanha russa, tentávamos esperar por uma vaga de Single Ride: normalmente os carrinhos são triplos e a maioria das pessoas está em número par e querem ir juntas, por isso sempre sobra um lugarzinho. Não é organizado como nos parques da Disney – que muitas vezes possuem uma fila exclusiva para Single Riders – mas se você for esperto, consegue um lugar vago. Aproveitamos essa oportunidade em várias atrações e conseguimos ir até quarto vezes seguidas em atrações bem concorridas como  a Tatsu.

page2

Com relação a refeições, existem alguns pacotes, mas eu não acho que valem a pena.  Nós optamos por comer novamente no Johnny Rockets que possui duas unidades dentro do parque, com um preço bem superior as lojas de rua. A comida também não estava tão boa, mas nada que fuja dos padrões de parques. Vale a pena comprar uma “Suvenir Bottle”, que sai por $14,99 e permite você beber quanto refrigerante ou água quiser.

Na maioria das atrações, não é possível embarcar com nenhum objeto, por isso é melhor deixar tudo em um armário ou no próprio carro e levar somente o necessário, que você poderá colocar em nichos cada vez que embarca.

São 35 montanhas russas no total, sendo 12 para crianças, 15 de nível médio e 18 com maior intensidade de adrenalina. Nós não conseguimos ir em todas e priorizamos as 18 mais intensas.

Map

Não vou falar de cada uma pois achei um canal no Youtube que tem videos de boa parte das melhores montanhas russas dos Eua – clique aqui para ver todos. Vou postar aqui os das minhas preferidas:

Super Man: Escape from Krypton

Tatsu

X2

Green Lantern

Goliah

Scream

Viper

Nós saímos do parque as 8 da noite muito cansados. Chegando em Los Angeles paramos em uma Pizza Hut, pedimos uma daquelas pizzas gigantes e fomos comer em casa. No dia seguinte nossa missão era tentar conhecer o que faltava de Los Angeles e pegar a estrada com direção a Las Vegas, nosso ultimo destino.

Mais informações:

Six Flags Magic Mountain 

26101 Magic Mountain Parkway
Valencia, CA 91355

* Algumas das fotos desse post não são de autoria do blog. Se você detém os direitos de alguma das imagens e quiser que a mesma seja retirada ou creditada, por favor, contate-nos.

 

Roteiro Resumido San Diego

page Roteiro Resumido

 

Como combinado, segue abaixo nosso roteiro em San Diego. É só clicar nos links em vermelho para ser redirecionado ao post correspondente.

 

Dia 19 – 28/08 – Domingo.
Saída do O.C. e almoço na Estrada
Chegada em San Diego e check in no hotel.
Por do sol em Pacific Beach.

 

Dia 20 – 29/08 – Segunda-feira
Surf em La Jola Shores.
Almoço na Girard Gourmet.
Ida ao Monte Soledad.
Passeio e jantar na Old Town.

 

Dia 21 – 30/08 – Terça-feira
Visita ao Maritime Museum.
Almoço no Antony`s Fishette.
Visita ao Hotel Del Coronado.
Compras no Fashion Valley Mall e Walmart.

 

Dia 22 – 31/08 – Quarta-feira
Surf em Black’s Beach pela manhã.
Almoço na Girard Gourmet.
Surf na Marina Street Beach.
Balada no PB Shore Club.

 

Dia 23 – 01/09 – Quinta-feira
Surf em Windansea (Gui) e lavanderia (Caru).
Saída para LA.

 

No próximo post: O que faltou fazer em San Diego.

 

O que faltou fazer – Praias de LA

Chegamos no post em que ficamos procurando desculpas para voltar naquele lugar que já curtimos tanto. Segue abaixo o que faltou conhecer das praias de LA e o porque de querermos voltar pra lá!

1. Getty Vila – O museu criado por J. Paul Getty aos pés do Pacifico é uma réplica da Villa dei Papiri dos tempos do império romano. A coleção de arte etrusca, romana e grega parece se tornar um mero detalhe diante da arquitetura.

A entrada é gratuita, mas precisa ser reservada pelo site.

Fica em Malibu na 17985 Pacific Coast Highway.

Page 1

2. Surfing Cowboys Aberta em 1998, a loja mistura antiquário, surf shop e museu. Entre roupas, acessórios, móveis e pranchas o casal de proprietários traz o que para eles traduz o espírito livre da Califórnia.“Imagine-se na sua casa. Entre pela porta, tire seus sapatos e sorria. Todas as peças a sua volta são inspiradoras…e estão a venda.”

A loja fica em Venice Beach na 12553 Venice Blvd.

page3

3. Queen Mary – O transatlântico, que serviu o exército britânico durante a segunda guerra mundial, funcionou também como cruzeiro fazendo o serviço expresso semanal entre os portos de Southamptom e Nova York. Construído em 1936, navegou pelas águas do atlântico norte até 1967. Desde então está ancorado permanentemente em Long Beach e funciona como museu e hotel. A melhor parte é a lenda que diz que o navio é mal assombrado. Existe inclusive um tour, intitulado “Haunted Encounters”,  no qual a tripulção do navio te leva para comprovar a teoria. As diárias ficam entre $109 e $250. Eu quero me hospedar lá!

page2


Ver mapa maior

4. Praias e points de surf – De Los Angeles até o Oc existem algumas praias bacanas que deixamos de conhecer. Escolhi aquelas nas quais eventualmente rolam umas ondinhas. Ao sul de Venice ainda podíamos visitar El Porto, Manhatan Beach, Hermosa Beach, Redondo Beach e Lunada Bay. Mais informações: http://www.surfline.com/travel/index.cfm?id=2951.

Prais citadas, respectivamente.

Prais citadas, respectivamente.

No próximo post: Roteiro Resumido – Praias de LA

* As fotos desse post não são de autoria do blog. Se você detém os direitos de alguma das imagens e quiser que a mesma seja retirada ou creditada, por favor contate-nos.