O que faltou fazer: Monterey, Carmel, Big Sur e região

Ao final de cada cidade ou região, sempre falamos sobre o que faltou fazer por ali. Por que nosso lema é sempre ter bons motivos para voltar!

Monterey: pra nós foi suficiente conhecer o aquário e dar uma voltinha pela Cannery Row. Alguém aí sabe alguma outra coisa imperdível para fazer aqui?

Carmel: em compensação, em Carmel fizemos tão pouca coisa que fica impossível listar aqui tudo que faltou fazer. Vou indicar um post do Uol Viagens que dá várias dicas bacanas. Quem tiver mais dicas e quiser deixar nos comentários vamos adorar!

Big Sur: Aqui também passamos correndo. Por isso fizemos uma série de Posts só sobre as outras possibilidades dessa região.

San Luis Obispo: Em SLO ficou faltando conhecer a missão, que dizem ser maravilhosa. A Mission San Luis Obispo de Tolosa foi construída em 1772 e foi a quinta da Califórnia.

Mission San Luis Obispo de Tolosa

Queríamos também ter ficado mais na cidade que se mostrou tão bacana nas horinhas que passamos por ali.

Morro Bay: A cidade fica entre San Simeon e San Luis Obispo e não tem como não ver a Morro Rock da estrada, que parece estar dentro do mar. A pedra é a última de uma linha de nove vulcões extintos a mais de 20 milhões de anos atrás que vem de San Luis Obispo até aqui. A paisagem é linda e o vilarejo de pescadores parece ser bem simpático e acolhedor, estilo Half Moon Bay.

A Morro Rock vista de vários ângulos diferentes.

Além disso, costumam rolar umas ondinhas no pico – mais informações aqui. Com certeza vai estar no nosso próximo roteiro.

Boas ondas rolam ao pé da pedra vulcânica.

Solvang: A cidadezinha, que mais parece um pedaço da Dinamarca na Califórnia, não entrou no nosso roteiro. Ela fica entre San Simeon e Santa Barbara e a gente podia ter visitado-a com uma pequena mudança no trajeto. Na próxima, vai entrar na nossa lista também.

Você não vai mais saber se está na Europa ou na Califórnia.

Como sempre, motivos é que não faltam pra voltar né?

* As fotos desse post não são de autoria do blog. Se você detém os direitos de alguma das imagens e quiser que a mesma seja retirada ou creditada, por favor contate-nos.

A missão de Carmel

Quem acompanha o blog sabe que as missões são parte importante na historia da Califórnia. Eu já contei aqui sobre a Missão de San Francisco e também sobre a de Santa Cruz. 

Por isso, e também por ser conhecida como uma das mais lindas dentre todas, não podíamos deixar de visitar a Missão de Carmel. Nosso tempo era curto – saímos de Monterey cedo, passamos pela 17 mile Dr, conhecemos a cidade, almoçamos e ainda tínhamos todo o Big Sur pela frente – e deu tempo só de darmos uma espiadinha.

Fundada em 1771, pelo Padre Junipero Serra, a missão San Carlos Borromeo del Rio Carmelo já foi o quartel general de todo o sistema de missões da Califórnia e era a preferida do padre. Foi lá também que se instalou a primeira biblioteca oficial, que existe até hoje.

A missão é realmente muito charmosa, assim como o resto da cidade.

Se você tiver tempo não deixe de visitar o museu e os jardins.

Mais informações:

Mission San Carlos Borromeo Del Rio Carmelo – 3080 Rio Road                 www.carmelmission.org – A entrada custa US$ 6,5.

No próximo post: Big Sur, a cereja do bolo da Hwy 1

Bruno’s Market, nosso almoço mais que delicioso em Carmel

Estando em uma cidade tão bacana como Carmel nada mais justo do que almoçar em um dos seus restaurantes chiquérrimos e exclusivos. Mas a gente gosta de fugir do óbvio e o que fizemos foi exatamente o oposto.

Nas minhas andanças pela internet descobri um lugar bem bacana: o Bruno’s Market and Deli, uma mistura de mercearia e rotisseri. Depois das prateleiras repletas de produtos de boa qualidade você encontra um balcão da onde saem sanduíches maravilhosos.

A minha escolha foi o sanduíche de Maminha Gourmet que levava além da carne, molho barbecue, mostarda, cebola e queijo emental. O Gui escolheu um hambúrguer acompanhado de queijo, salada, cebola e barbecue. Para completar optamos por um vinho da região e batatinhas chips.

E aonde comemos tudo isso? Ali na calçada mesmo, uma delicia de piquenique improvisado. No inicio bateu uma vergonha, mas com a hora do almoço chegando, o lugar começou a ficar cada vez mais cheio, assim como a calçada. Deu pra ver que o Bruno’s Market é queridinho dos locais e uma ótima opção de almoço rápido por ali. Gastamos menos de $10 por pessoa.

Bruno’s Market

Aonde fica: Na esquina da 6th com a Junipero Avenue

Mais informações: http://www.brunosmarket.com/

No próximo post: A missão de Carmel

 

Carmel-by-the-sea


Ver mapa maior

Em Carmel os relógios das ruas são Rolex, há galerias de arte em cada esquina, a praia é linda de morrer mas venta tanto que você não vê ninguém de bikini.

A cidade tem moradores ilustres e já foi governada por astro de Hollywood – Clint Eastwood foi um dos prefeitos de lá. O lugar tem muito, mas muito charme e tudo condiz perfeitamente com a fama que o rodeia.

A nossa visita foi rápida e um tanto quanto conturbada. Uma exposição de carros antigos estava acontecendo e a cidade estava lotada. Não conseguimos ver Carmel. Mas conseguimos sentir o clima que faz de Carmel um dos lugares mais bacanas da Califórnia.

Não tem como não sentir algo diferente quando ao olhar para o meio fio você só vê Porches, Ferraris, Maseratis e Corvetes. As casas são lindas. As lojas são lindas. Até o corpo de bombeiros é lindo!

E em cada detalhe Carmel ganha o coração e alma de quem por ali passa. Carmel é assim, única e inesquecível. Adoramos e esperamos voltar em breve.

Carmel Beach

A cidade repleta de gente e carros antigos.

Maseratis Corvetes: que cor você quer?

Tudo é lindo em Carmel: a livraria, as casas e até o corpo de bombeiros!

No próximo Post: Bruno’s Market, nosso almoço mais que delicioso em Carmel