E se a prancha quebrar?

Eu já contei aqui que apesar das merrequinhas de Jalama, o Gui voltou de lá com um prejuízo. Enfiou a quilha da prancha na areia, ficou sem ela e ainda arrancou fora o copinho.

A prancha precisava urgente de um conserto e graças a Deus estávamos com o Thiago, que nos indicou um lugar para arrumar. O Green Room Surfboard Repair fica nos fundos de uma casa na Goleta, bairro ao norte de SB. O concerto ficou em $20, demorou um dia e ficou perfeito.

Agora se a sua prancha quebrar em Santa Barbara você já sabe aonde ir!

Mas isso me levou a pensar na possibilidade da prancha ter quebrado aonde não tinha o Thiago, por isso, resolvi pesquisar aonde nas principais cidades de surf da Califórnia você pode reparar a sua prancha caso ela sofra um acidente. Imprima a lista a baixo e leve com você.

Aonde concertar a prancha em:

San Francisco – Alex Martins Surf Board Repair– A loja do recifence Alex é uma das mais bem cotadas no Yelp. Além do que, falar português um pouquinho, ainda mais nessas horas, não é nada mal.

3653 Lawton Street @ 43rd Ave, Ocean Beach
San Francisco, CA 94122

Phone:415-699-2380

Santa Cruz – Be Sanding

1336 Brommer Street STE A2
Santa Cruz, CA 95062

Phone: 831-331-8507

Santa Barbara – Green Room Surf Board Repair

286 S Fairview (In the back) – Goleta 93117

Phone: 805 284 7254

2248 w 26th Place, Los Angeles, CA.

Phone: 323-952-0669

Huntington Beach: Ding Doctor

311 5th Street – Huntington Beach, CA 92648

Phone: 714 721-3767

San Diego: Joe Ropers Surfboard Repair

1460 Morena Blvd. – San Diego, CA

Phone: 619 275 – 0447

4 ideias sobre “E se a prancha quebrar?

  1. Olá! estamos indo para a mesma viagem de vocês, estou na dúvida se levo ou compro uma prancha por lá, podem ajudar… qual valor de uma prancha média em San Francisco.
    Abraços.

    • Clarice, isso depende bastante.
      Você já tem uma prancha?
      Se sim e você está satisfeita com ela vale mais a pena levar. Nós voamos de Tam e não desembolsamos nada para transporta-las.
      Se você não tem, ou quer mesmo trocar a sua, pode ser que valha a pena comprar por lá. O valor depende bastante também. Ele varia conforme o tamanho, marca e modelo da prancha, se ela é nova ou usada enfim, são vários fatores. Pra você ter uma idéia, uma Al Merrick – Kelly Slater usa essas pranchas – custa em média $600+impostos.
      Espero ter ajudado 😉

  2. Oi! Pretendo ir em agosto com meu filho de um ano e meio ,ate la ,e minha esposa. Gostaria de saber se os picos de surf ficam distantes ou sao urbanos, em frente a hotéis!!! Sabem dizer se agosto é uma boa época e se tem algum lugar de brasileiros por la que podem dar toques dos picos!
    Valeu!
    Abço!

    • Olá Marcelo.

      Nós fomos em agosto também e não demos muita sorte com os swells. Pegamos um bom sweel só no final da viagem, já em setembro. Mas é sorte, acompanho sempre as condições do mar por lá e já vi rolarem dias clássicos durante essa época.

      Existem todos os tipos de prais para surfar, desde as mais urbanas, até as que você tem que fazer trilha pra chegar. Que eu me lembre, de fácil acesso e com hotéis próximos temos La Jolla, Wind’nd Sea e Marina Street em San Diego; Huntington Beach e alguns picos de Newport no O.C.; Malibu em Los Angeles; Steamer Lane em Santa Cruz. Esses que eu lembro tá? Mas é dificil ter um hotel de frente pro pico, sempre tem que dar uma caminhadinha.

      Da uma olhada aqui no blog na categoria “Surf” pois temos vários posts que reúnem os principais picos de cada região.

      Obrigada e boas ondas,

      Caru

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>