DIA 1 EM SF – Pier 39 e Fisherman’s Wharf

Saindo do Ferry Building – Pier 1 – pegamos nossas bikes e fomos seguindo nosso caminho até o píer 41, aonde tínhamos que devolve-las. O trajeto engloba boa parte da “The Embarcadero”, avenida a beira da baía onde ficam a maioria dos píers da cidade. É aqui que você pode pegar o barco que leva a Alcatraz, sair para um cruzeiro pela baía ou pegar uma das balsas que levam ao outro lado da península.

The Embarcadero Ave próximo ao Pier 33.

Trecho entre os piers 1 e 45.

Paramos no Píer 39, para visitar as centenas de leões marinhos que ocupam as docas da marina. O mais legal é parar ali por algum tempo e observar as brigas e situações inusitadas que acontecem muitas vezes por causa da falta de espaço. Um empurra o outro, que cai dentro da água, que volta pulando em cima de todos e sai urrando pra todos os lados. Presenciamos inclusive dois machos tentando atacar uma fêmea, que resistia bravamente contra as investidas dos garanhões! A cada ano o número de leões marinhos que migram para o Pier 39 aumenta – esse ano foram cerca de 900 no inverno – e mesmo com a instalação de novos decks, ainda é pouco espaço pra muito leão.

Um dos leões marinhos incomodando os dorminhocos.

Cerca de 900 leões migraram para o pier esse ano.

Fêmea resistindo as investidas dos machos!

Diversão garantida...

Além dos moradores ilustres, o Pier 39 abriga também várias lojinhas – imãs, mágica, conchas e canhotos estão entre as especialidades – e restaurantes repletos de besteiras – maçãs do amor, chocolates e sorvetes! Gastamos um bom tempo por aqui!

Loja de mágica.

Conchas de vários tipos.

Uma mais linda que a outra.

Lefty's: só para canhotos!

Wipe Out To Go: peça e leve pra casa!

Feirinha no Pier 39.

As placas são tão lindas!

Um pouco adiante, devolvemos as bicicletas e seguimos caminhando pelo Fisherman’s Wharf, também cheio de lojinhas de suvenirs e bugigangas. A atração aqui são os restaurantes de frutos do mar, que servem king crabs e lagostas maravilhosas. Infelizmente estávamos mortos e não tínhamos forças pra mais nada. Pegamos o Bondinho F na esquina da Stockton St com a Beach St e seguimos de volta para o hotel, sem jantar mesmo!

Chegando no Fishrman's Wharf.

Restaurante especializado em carangueijos!

Boudin: padaria com direito a museu e tour para saber por que tem um tipo de pão que só é produzido lá em San Francisco.

Quero um desses em casa.

Quem diria... vai um pão tartaruga?

Interior da loja SF Kites no Fisherman's Wharf: pipas de todos os jeitos!

Bondinho F: cansados rumo ao hotel.

Dia longo e inesquecível!

No próximo post: Os Murais do Mission District

3 ideias sobre “DIA 1 EM SF – Pier 39 e Fisherman’s Wharf

  1. Após o desembarque do passeio até Alcatraz (Pier 33), continuamos nosso passeio até o Fisherman’s Wharf também a pé. Este trecho, apesar de ser beeem turista, é uma delícia de se ver! As lojinhas super coloridas,o barulho (e o cheiro, arghhh) dos leões marinhos, o shows dos palhaços…são coisas que nos fazem sorrir! Eu adorei!!
    Foi o dia que mais gostei, passeio pelo Embarcadero com sol!!
    Ahhh, almoçamos no Bubba Gump (claro, somos turistas!! rs) e comi um filé de peixe com purê de lagosta muito bom!

    • Fabíola, como você fez para visitar Alcatraz? Dá pra ir por conta a partir deste Pier 33 ou tem que contratar algum passeio específico? Tenho muito vontade de conhecer.
      Obrigada

      • Regiane, para visitar Alcatraz é necessário comprar um ingresso. MInha dica é comprar daqui do Brasil já, pois é super concorrido e quando fomos, não conseguimos ingresso. Dá uma olhada no Post sobre O que faltou Fazer em San Francisco que eu explico direitinho! Bjos e Boa viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>