DIA 1 EM SF – Bike the bay – Parte I

O passeio de bike pela baia é para nós um MUST GO de SF. Foi um dos melhores da viagem toda (era aniversário do Gui no dia, estávamos curtindo muito!!!). O roteiro que fizemos sai do Píer 41 e vai até Sausalito, um bairro charmoso do outro lado da ponte e leva cerca de 4 horas. Você pode optar também por ir até Tiburon, o que leva cerca de duas horas a mais, mas proporciona a visita á um parque com árvores gigantes. Qualquer um dos dois destinos tem ao final um ferry boat, que te levam de volta á cidade.

Mapa do trajeto que fizemos.

Alugamos nossas bikes na Blazing Saddles do Pier 41, que fica no Fisherman’s Wharf, e é a melhor opção de saída para quem quer fazer um desses roteiros.  O aluguel pelo dia todo foi $32 por cada bicicleta, mais $4 por um seguro caso algo acontecesse com elas. Nesse valor já estava incluso também o cadeado, o capacete (obrigatório para menores de 18 anos) e um mapa com os trajetos.

Optamos por alugar as bikes aqui por que lemos que o dono era um brasileiro. Chegando lá, quem nos atendeu foi um moço muito simpático, que até sabia algumas palavras de português. Ele nos explicou todo o trajeto e no fim revelou ser um pernambucano, morador de SF há 10 anos, e que só estava querendo tirar uma onda com a gente e nos incentivar a praticar o inglês.

Lojinha da Blazing Saddles no Pier 41: eles falam português e são super gentis.

O passeio começa pelo Fisherman’s Wharf e percorremos os primeiros metros pelos píers observando tudo. Passamos pelo USS Pampanito, um submarino da 2ª guerra que fica atracado no Pier 45 e funciona como museu. Decidimos não entrar, o dia estava realmente maravilhoso e queríamos aproveitar.

Fisherman's Wharf

Piers!

USS Pampanito: submarino desativado da 2ª guerra mundial que atualmente funciona como museu!

Passamos pela famosa fábrica de chocolates Ghirardelli Square, que também pode ser visitada, e que fica bem em frente ao Aquatic Park, uma prainha aonde alguns malucos vão nadar naquela água congelante!rs

Ghirardelli Square

Aquatic Park

Logo depois você tem uma incrível visão de Alcatraz, antes de entrar no Fort Mason e enfrentar a primeira subida do caminho. Se você não agüentar (eu não aguentei) subir a ladeira toda em cima da Bike, vá a pé empurrando a bicicleta e aproveite a vista. Lá de cima você tem a primeira visão da Golden Gate. E é lindo… E quanto mais perto você chega dela, mas hipnotizado você fica.

Alcatraz vista do Aquatic Park.

Gaivotas por todos os lados: elas deixam chegar bem pertinho!

A primeira subida do caminho!

No fim da subida a recompensa... A primeira vista da Golden Gate!

E logo depois ela completa!

Entramos então no Marina District, o bairro das marinas. Se no dia que você estiver passando por lá estiver ventando, na certa o céu vai estar todo colorido, cheio de pipas dos Kites surfistas. Se não, os veleiros e barcos é que vão chamar sua atenção.

Em dias de vento, o céu do Marina District fica repleto de Kites!

Barcos e Veleiros nas marinas.

Passando o Marina District chega o primeiro lugar para parar para um descanso, ir ao banheiro e comer alguma coisa, o Crissy Field. De lá você tem uma linda vista do Fort Point á esquerda e outra linda vista da cidade á direita.

Vista do Crissy Field para a cidade!

Do outro lado você já tem uma linda vista da ponte e do Fort Point.

Mais perto!

E mais pertinho ainda!

Paradinha para repor as energias e curtir o visual!

Mapa da área.

... e informações sobre o local!

Desse ponto você pode decidir ir até o Fort Point ou ir direto atravessar a ponte. Optamos pela primeira opção e foram mais ou menos mais meia hora e algumas ladeiras até lá. A Ponte fica cada vez mais linda. O Fort Point fica bem embaixo da Ponte, e é lá que quando o swell entra forte, rolam ondas que rendem aos surfistas fotos dignas de cartões postais. No verão isso dificilmente acontece e tivemos então que nos contentar com as fotos da ponte sobre o mar flat. Mas sem reclamações… O fog ajudou, apareceu bem suave dando espaço ao sol e as fotos ficaram incríveis.

Chegando no Fort Point!

Onde geralmente rolam as ondas. Estava assim...

... mas podia estar assim!

Fog na medida certa!

Não cansávamos de olhar aquela paisagem.

A travessia da ponte até Sausalito fica pro próximo post.

8 ideias sobre “DIA 1 EM SF – Bike the bay – Parte I

  1. O nosso passeio de bike também foi show! Alugamos no lugar indicado por vocês e também demoramos cerca de 4 horas para fazer o percurso até Sausalito. Quantas fotos tiramos nesse passeio!! O dia estava lindo, mas o fog “grudou” de uma tal maneira na ponte que, para vê-la, só estando dentro dela!! Ahhh e lá em cima é bem frio, leve um casaco mesmo!

  2. Oi Caru e Gui!

    Descobri o blog de vcs e tô me divertindo com as histórias e roteiros!
    Vou pra SFO agora no final de outubro e me disseram que uma das melhores época para se ir lá.
    É tranquilo fazer estes passeios de bike sozinha? Tô pensando em fazer esse q fizeram (talvez prolongar até Tiburon, mas não sei se aguento rs) e tb o até o Golden Gate Park. Será que lá tb é sussa estacionar a bike pra descer e conhecer os museus?
    Aliás, todo lugar tem estacionamento pra bikes né?? Pq vcs pararam em tantos lugares e lojinhas!!! Acho que bike vai ser a melhor coisa.
    Só fico em dúvida se levo todos os roteiro pra andar de muni e bart… ou lá dá pra se virar???
    Obrigada!!!
    Beijosss em vcs

    • Oi Anna! É tranquilo sim fazer o passeio sozinha. Todos os lugares são bem movimentados e seguros. Se você prolongar depois passa aqui pra contar pra gente como foi, se vale a pena?

      No Golden Gate Park tem lugar para parar a bike, só dá uma olhada no Google Maps se não tem muita ladeira no trajeto. De repente vale a pena você ir de Ônibus e lá alugar uma bike para percorrer o interior do parque! A gente deixava a bicicleta amarrada com cadeado em qualquer lugar (arvores, cerca, etc), super tranquilo.

      Quanto aos roteiros como eu já mencionei aqui no blog, prefiro já ir munida de informações, mas isso é super pessoal. Se você se vira no inglês consegue se virar por lá! E também dá pra usar o app do Google Maps para celular! Beijos e boa viagem

  3. Caru e Gui, adorei o passeio e as dicas de vocês!!! Eu vou pra SF em Julho/15, passar a primeira semana de Julho lá, com minha esposa e filha de 10 anos e pretendemos alugar uma bike para ir até Sausalito. Vcs fizeram esse passeio de bike até Sausalito em que mês do ano? Vcs acham que no mês de Julho/15, a Fog e o vento, vão atrapalhar o passeio? Seria melhor ir de manhã de Ferry com a bike e voltar lá pelas 15h pedalando de Sausalito até SF? a tarde o vento diminui? Desde já muito obrigado pela atençao de vcs! Valeu!!!

    • Carlos, nós fizemos em agosto e julho é um mês com clima bem parecido. REalmente de manhã o fog é mais intenso, mas se você der sorte como nós e pegar um dia bonito não terá problemas. Nâo aconselho fazer o trajeto inverso, pois você vai pegar mais subidas. De repente saia um pouco mais tarde. MAs não deixe de fazer o passeio, a não ser que vente muito, o fog atrapalha um pouco a vista, mas só.
      Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>